ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS E REPRODUTIVAS DE Pseudosuccinea columella (BASOMATOPHORA: LYMNAEIDAE) FRENTE A INFECÇÃO EXPERIMENTAL POR Heterorhabditis bacteriophora HP88 (RHABDITIDA: HETERORHABDITIDAE)

Nome: Natânia do Carmo Sperandio
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 21/02/2022
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Isabella Vilhena Freire Martins Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Isabella Vilhena Freire Martins Orientador
Melissa Carvalho Machado do Couto Chambarelli Examinador Externo
Victor Menezes Tunholi Alves Coorientador
Vinicius Menezes Tunholi-Alves Examinador Externo

Resumo: O molusco Pseudosuccinea columella atua como hospedeiro intermediário (HI) obrigatório no ciclo de Fasciola hepatica, trematoda responsável pela fasciolose, doença que acomete o fígado e ductos biliares de diversos mamíferos, em destaque os animais de produção e os humanos. Neste sentido, são crescentes os estudos que buscam o controle eficaz, seja no hospedeiro vertebrado, agindo no parasito adulto, seja no HI, comprometendo o desenvolvimento dos estágios larvais do helminto. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar, sob condições laboratoriais, a susceptibilidade de P. columella frente a concentração de 150 Juvenil infectante de H. bacteriophora HP88/molusco, expostos por 24 e 48h, acompanhado dos seus respectivos grupos controle. Após a exposição os moluscos foram avaliados por 21 dias quanto a: mortalidade acumulada; número de ovos postos e taxa de eclodibilidade; alterações bioquímicas, através da mensuração de proteína total (PPT), ureia, ácido úrico, glicose, alanina aminotransferase (ALT), aspartato aminotransferase (AST) e glicogênio; e possíveis alterações histopatológicas. Verificou que a exposição aos nematoides entomopatogênicos (NEPs) induziu alterações bioquímicas importantes, como: redução dos níveis de glicose, PPT e glicogênio, caracterizando o esgotamento das reservas energéticas nestes
hospedeiros em decorrência da competição por tais substratos enfrentados pelos nematoides; acúmulo de produtos nitrogenados em consequência da ativação da via aeróbica, em resposta ao balanço energético negativo; além do aumento das enzimas marcadoras de lesão celular. Alcançou-se uma taxa de mortalidade acumulada de 65,52%, no grupo exposto 48h e comprometimento da função reprodutiva, observada pela interferência na eclodibilidade, em relação ao respectivo controle, atrelada as
desordens histológicas.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Alto Universitário, s/nº - Guararema, Alegre - ES | CEP 29500-000